Textos do dia a dia
segunda, outubro 18, 2021

Vamos ensinar informática e não seguidores de Big Techs

revista_eletronica_antiga.png

Parece que as pessoas estão percebendo só agora a grande invasão e dominação das Big Techs, grandes empresas de tecnologia, que visam o lucro e somente o lucro. Estão pouco se importando se nossas crianças e adolescentes (e até mesmo pais desinformados) estão acessando conteúdo que os levam a caminhos que deixam rastros, que deixam dados para serem usados. Somos todos um grande banco de dados que pode ser vendido, comercializado descaradamente.

No final dos anos 1980 eu era uma menina criativa, procurava cursos e tinha muita curiosidade. Sim, eu fiz curso de "Eletrônica, Rádio e TV" do Instituto Monitor e comprei revistinhas de eletrônica na 'Banca Souza', que ficava ao lado da rodoviária de Miracema-RJ, noroeste fluminense. Numa dessas revistinhas, vinha um projeto de fazer um jogo de leds com placa de circuito impresso e eu comprei um KIT pelos Correios (antigamente ou você ligava na empresa e depositava para fazer as compras, ou mandava carta e combinava todo o envio, demorava dias...). Eu desenhei o circuito com caneta especial na placa, fiz todo o processo de revelação, com um produto que corroía as partes onde não tinha os desenhos que eu havia feito e pronto, era só soldar as peças, que também comprei pelos correios. Para completar o projetinho, prendi num pedaço de madeira e cobri com uma tampa de caixa de sapatos. Eram diversos pregos com leds e dois fios que saíam com dois clipes de papel nas pontas. Cada vez que ligava era randomizado, você tinha que descobrir dois pregos entre diversos que tinha lá que iam fechar o curto e acender o led certo. Foi interessante fazer, meus amigos e amigas adoraram, a gente brincou bastante nesse jogo de adivinhar que eu mesma tinha construído.

Eu, meu irmão mais novo, Jean, meus amigos Flávio (Babim), Holden, meu primo Ivanildo e minha amiga Karine íamos estudar informática na cidade vizinha, Santo Antônio de Pádua-RJ, porque em Miracema não tinha. Era na 'CDI Informática' e o professor era fera. Nos ensinou BASIC e programávamos felizes no terminal, digitando diversas linhas, comandos, etc.

Naquela época não ensinavam informática nas escolas (nem hoje, pensando bem). Nós fomos estudar datilografia para poder acelerar o processo de digitação de códigos. Holden tinha um MSX na casa dele e final de tarde e finais de semana era certo a gente ficar o dia todo digitando códigos para ouvir o som de um helicóptero! Depois meu pai comprou um CP-500 da Prológica, que vinha com um livro cheio de códigos e revistas que a gente achava na 'Banca Souza' para programar uns jogos nas tardes de sábado.

Hoje ainda acho que ensinam pouco de informática para as crianças. Muitos não sabem para que servem todas as teclas do teclado. Nos sistemas "S", escolas do Senac (e eu já fui professora lá) se preocupam em formar para o trabalho em editores de textos e planilhas de uma Big Tech, não ensinam que existem outras possibilidades, outros 'fabricantes' de softwares, ou nem apresentam os Softwares Livres (os quais, muitos funcionários públicos deveriam estar usando).

Temos que parar para pensar nos novos modelos de ensino de informática. Projetos britânicos como o Raspberry Pi, voltados para a Educação de crianças, não são aplicados por aqui. Estão falando muito em IoT (Internet of Things) ou Internet das Coisas, mas as escolas que possuem laboratório de "informática" só estão apresentando computadores com o Windows (JANELAS) e as crianças vão lá para navegar e "pesquisar" no Google. Desculpem, mas isso não é ensinar informática para as crianças!

Visitei uma escola particular aqui na cidade de Castro-PR e vi essas coisas. Não, as crianças não estão aprendendo NADA de informática nesses locais. Outro projeto que tinha por lá era o ensino de "robótica" com LEGO. Não, não é robótica isso! As crianças estavam montando LEGO copiando o que mostravam em vídeo num tablet, tem criatividade aí? Onde estão os projetos com Arduíno, Raspberry Pi e programação desde códigos ilustrados como Scratch para a criançada? Depois viram adultos robotizados e não sabem por quê estão sendo vítimas das Big Techs.

Essa é a minha campanha: ensinar informática e não seguidores de Big Techs! Vale para crianças, jovens e adultos. As escolas podem implementar robótica educacional, robótica com sucatas... Arduíno tem para vender em kits que não são caros no MercadoLivre, ou pela internet. Por que nessas horas não fazem pesquisas nos laboratórios JANELEIROS? Onde estão as impressoras 3D com acesso para alunos?

 

Links úteis:

  1. Vídeo: O que é Placa de Circuito Impresso

  2. Raspberry Pi projeto educacional

  3. Ensino de códigos para crianças

foto_portaloffroad4x4brasil.JPG.jpg
arduino_genius.jpg
arduino_semaforo.png
projetos_arduino.jpg

Sobre a Autora

Barbara

0 Comentários

O que vem por aí...

Latinoware2021 Card Barbara Tostes

Barbara MUVUCA2021

Minha Fonte TTF para download

TTF Barbara Tostes Hand 2

Faça download da fonte "Barbara Tostes Hand", em TTF, pode ser instalada em Windows, OSX, distribuições Linux. Gratuita e livre.

Ver todos os downloads

O Dia que o Sol tirou Férias

Cover Sol 2

Baixe em Downloads o livro infantil "O dia que o Sol tirou férias", de Barbara Samel Rocha Tostes, ilustrado por Lionel Mota

A Casinha de Bolinhas de Arco-Íris

Cover Casinha 2

Leia para as crianças o livro "A Casinha de Bolinhas de Arco-͍ris", também na Área de downloads deste blog. Escrito por Barbara Samel Rocha Tostes, ilustrado pelo artista Clayton Ramos.